Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

3

Game of Thrones: a importância da geografia na construção de mundos (+super promoção da Amazon)

em 14 de jun de 2016.
| Comentários: (3)
Bom, voltando a postar no blog com mais frequência, aproveito para anunciar a criação do meu canal no Youtube também. Colocarei o link para ele também no site, no local onde estava o Canal Litera, que parou de produzir vídeos já faz um tempo. No canal, devo colocar alguns outros vídeos voltados para séries, etc. No entanto, todos que forem voltados para literatura, criação de mundos, storytelling, etc, irei colocar por aqui, na maioria das vezes completando as informações do vídeo em questão. 



Neste primeiro, falo sobre a importância da geografia na criação de mundos, utilizando o exemplo de Game of Thrones para explicar bem isto, para mostrar como, de uma maneira geral, como acontece no nosso mundo, é justamente a geografia o grande fator formador de uma cultura - e de diferentes culturas. Chequem que vocês irão gostar.

Promoção da Amazon


Além disso, aproveito também para falar sobre uma promoção MUITO interessante da Amazon. Com o intuito de gerar mais leitores e mais leituras, eles criaram uma promoção muito legal, mas que vale apenas até o dia 20 de junho de 2016. Nesta promoção, caso você compre um livro dentro do período, você irá ganhar 15% nas compras do seu próximo livro e R$ 100 de desconto na compra de um Kindle. Ou seja, vale muito!

Mais informações sobre a promoção podem ser encontradas em: www.amazon.com.br/livromeu


Game of Thrones: a importância da geografia na construção de mundos



Leia Mais...
0

Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

em 12 de jun de 2016.
| Comentários: (0)
Olá, leitores blog. Sim, ando meio parado por aqui, eu sei. Mas isso se deve a uma série nova de livros de fantasia que venho produzindo. Além disso, iniciei projetos em um blog baseado na minha paixão por Dungeons & Dragons (Pensando Dungeons & Dragons).

Como também estou com outros projetos no Twitch e Youtube, criei uma newsletter. Assim, quem curte o que eu escrevo e produzo pode acompanhar tudo num lugar só. Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal. Nela, vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, o que inclui alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Mas ainda tem mais. Todo o mês, os inscritos na newsletter concorrerão a dois exemplares autografados do meu livro, O Código dos Cavaleiros, de forma gratuita!

Por isso, convido todos a participarem (quem já assina o feed do blog por e-mail, já está cadastrado).


ASSINE A NEWSLETTER AGORA




powered by TinyLetter






Leia Mais...
3

Dois novos e-books (atingimos o #1)

em 27 de abr de 2016.
| Comentários: (3)
Oi, pessoal. Então, continuo produzindo bastante e, agora, começo a postar alguns pequenos e-books na Amazon. A partir desta semana, voltarei a produzir conteúdo com frequência aqui para o blog também. Então fiquem ligados.

Fora isso, coloco os links para os e-books aqui. Mas quem curte o que faço e quiser dar uma apoio, pode aparecer correr lá na Amazon e comprar, ou deixar pelo menos um review, caso já tenha lido, para ajudar.

Felizmente, posso anunciar que um dos livros atingiu o #1 de um dos rankings


Pois bem, um dos livros é o "A Sociedade da  Rosa", que eu tinha disponibilizado aqui. O segundo é uma breve seleção dos contos dos quais mais gosto que publiquei aqui (e que agora estão fora do ar). Tudo isso por apenas R$1,99 (ou gratuitamente, para quem tem o Kindle Unlimited).










Leia Mais...
1

[Canal Litera] EP. 5: Fique onde está e então corra, de John Boyne

em 17 de out de 2015.
| Comentários: (1)
Olá, pessoal. Como prometido, eis o posta da semana do Canal Litera. Como a Chris mora no Rio Grande do Sul, houve um atraso por causa das chuvas desastrosas que abateram a região.

Hoje, vocês podem conhecer mais um livro de John Boyne, que também é autor do grande clássico (no mundo e especialmente aqui no Brasil), O Menino do Pijama Listrado. Creio que todos já lemos ou ouvimos falar, certo? De fato é um grande livro que, como O Pequeno Príncipe, embora seja visto como uma obra para crianças, traz uma enorme carga emotiva e reflexiva.

Pelo visto, o mesmo ocorre com esse novo livro. Clique e confira o que a Chris nos revela sobre ele!


Citado no vídeo:

Fique onde está e então corra, de John Boyne

Confira também:

O Menino do Pijama Listrado
O Pequeno Príncipe (por apenas 8 reais)


Leia Mais...
11

[Poema] A quietude do mundo

em 16 de out de 2015.
| Comentários: (11)
Comentário: a postagem do Canal Litera, que normalmente sai na quinta-feira, sairá apenas hoje a noite ou no sábado. A produtora dos vídeos é de Porto Alegre, e as chuvas que causa desastre por lá prejudicaram as gravações.


A quietude do mundo


Há um tipo variado de energia
Que só o mundo nos é capaz de dar.
Um êxtase que a quietude cria,
Como em um rio que se encontra com o mar.

Um silêncio desaparecido no tempo,
No espaço de uma palavra ou de um som,
Um sussurro de sutil contentamento,
Que o mundo nos segreda como um dom.

A quietude que nos inspira ao poema.
A calmaria que nos leva à inspiração.
A força bruta renascida dos dilemas
Que transbordam de todo o coração.

O universo se conecta nessa quietude,
No silêncio e na infinitude do vazio.
A criação, pois, vem do mundo e da sua virtude
E unifica um mundo inteiro com o seu brio.



Que saber como ganhar prêmios comentando no blog e participando (twitter, facebook)? Então clique aqui
Leia Mais...
0

Por que precisamos de mais diversidade nos super-heróis - e uma história emocionante sobre Drax e um menino autista

em 14 de out de 2015.
| Comentários: (0)
Bom, como todos sabem, naturalmente, os filmes de super-heróis se tornaram uma febre nos últimos anos, especialmente no que se refere a Marvel - muito embora a DC tenha nos dado alguns excelentes filmes também, como a trilogia do Batman, de Christopher Nolan (O Cavaleiro das Trevas, com Heath Ledger, para mim, ainda é disparado o melhor filme de super-heróis).

Exatamente por seu impacto na cultura popular, é importante pensarmos sobre esses filmes. Dentro do que estudo - e já falei por aqui - nós construímos nossas realidades por intermédio de narrativas. E estas narrativas se formam justamente a partir das grandes histórias que vemos no cinema, das coisas que vemos no nosso dia a dia, das conversas que temos, etc. Por este motivo, a diversidade dentro das histórias de super-heróis - termos heróis que representem os povos e gêneros mais diversos - é extremamente importante. Pois, assim, tanto uma criança - ou uma pessoa -, individualmente, poderá se ver naquele herói, naquele papel, com aquelas virtudes, como a própria sociedade poderá também vê-lo assim.

Discuti sobre isso com a autora Bárbara Morais (@barbaraescreve) esses dias, e concordávamos ao reclamar da pouca capacidade da Marvel neste sentido, exatamente pela importância da questão. Afinal, se só contamos histórias com heróis masculinos e brancos, é este o tipo de narrativa social que está a se construir, de que somente eles podem ser os heróis.

Mas isso já começa a mudar. Tanto nos quadrinhos quanto nos cinemas. Ainda anda devagar, já que, infelizmente, na Marvel, ainda levará alguns anos para termos um filme solo do Pantera Negra e da Capitã Marvel, mas haverá, mesmo assim, uma representatividade maior nos próximos anos. Dentro do que eu falei, a Marvel, inclusive, conseguiu fazer algo muito legal, mesmo sem perceber. Trata-se de uma história muito emocionante, de um menino com algum grau de autismo e do personagem Drax, que ilustra muito bem tudo o que eu escrevi até agora.

No site Upworthy, foi divulgado o post de uma autora do Tumblr em que ela falava da experiência de seu irmão (que está no espectro do autismo) ao ver Guardiões da Galáxia. Achei extremamente emocionante, pois mostra como o menino finalmente pôde se sentir empoderado por uma coisa que muitos julgam tão simples. Aqui vai um trecho traduzido do depoimento da autora:

"Levei o meu irmão mais novo (que está no espectro de autismo) para ver Guardiões da Galáxia e, depois dessa cena, ele se iluminou como uma árvore de natal e gritou: 'Ele é como eu! Ele não entende metáforas'. E, pelo resto do filme, meu irmão olhou para o Drax num estado de arrebatamento.

Por seis dias, escutei meu irmão repetidamente dizer todos os diálogos de Drax no filme palavra por palavra (um de seus dons) [...] e dizer para todo mundo que ele sabe que pessoas com autismo podem ser super-heróis"

Como eu comentei, é um depoimento muito emocionante. A autora ainda revela que sabe, claro, que o personagem de Drax não possui de fato autismo. Mesmo assim, por sua raça ser incapaz de compreender metáforas, dentro do universo do filme, isso acabou fazendo com que seu irmão particularmente se identificasse.

Fica claro, portanto, como essa representatividade pode ser de extrema importância para uma criança, especialmente no mundo ultra midiatizado em que vivemos. Por isso mesmo, devemos ter mais e mais diversidade entre os super-heróis, para que mais crianças, jovens e adultos possam se sentir tão inspirados como o menino que conheceu Drax.

PS: A cena em questão é a em que Rocket Raccon diz que "Metáforas passam batidas por sua cabeça", no que Drax responde: "Nada passa por minha cabeça. Eu sou muito ágil. Eu o pegaria".

Que saber como ganhar prêmios comentando no blog e participando (twitter, facebook)? Então clique aqui
Leia Mais...
 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger