Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

2

Epifania

em 16 de out de 2008.



Minha poesia hoje tem mais sentimento,

tem mais vivência,
tem mais de mim em evidência.

Talvez seja apenas um momento,
ou fase de transição,
ou, quem sabe, o amadurecimento
de um poeta em construção.

Talvez seja a realidade
que bate à porta,
desabrigada;
o cansaço pela vida desenfreada,
em um torpe mundo de informação.

Talvez seja a resposta à ausência de sentidos
que, entre mortos e feridos,
deixou a seguinte indicação:

Se somos todos a super potência do indivíduo
é o amor que nos faz unidos
a nossa única salvação.

2 Comentários:

Bernardo

sem dúvida q 'é o amor que nos faz unidos/ a nossao única salvação'. O amor não é o tempero da vida, mas a sua razão de ser, não é algo acidental mas necessário para completar o seu sentido. Uma vida sem amor simplesmente é morte! Gostei! e talvez seja melhor os poetar falarem de amor do que os filósofos! abraço.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger