As Aventuras de Pi é plágio da obra de Moacyr Scliar. Divulguem!

Antes de entrar exatamente no que quero falar, deixe-me explicar a situação para quem ainda não a conhece. As Aventuras de Pi, livro mais do que premiado, que gerou a adaptação para o cinema, adaptação essa que faturou quatro estatuetas do Oscar ontem, trata-se de um plágio descarado da obra Max e os felinos, do autor brasileiro Moacyr Scliar.

Leia Mais

4

Cecília Meireles - Canção

em 29 de jun de 2009.

Pus o meu sonho num navio
e o navio em cima do mar;
- depois, abri o mar com as mãos,
para o meu sonho naufragar

Minhas mãos ainda estão molhadas
do azul das ondas entreabertas,
e a cor que escorre de meus dedos
colore as areias desertas.

O vento vem vindo de longe,
a noite se curva de frio;
debaixo da água vai morrendo
meu sonho, dentro de um navio...

Chorarei quanto for preciso,
para fazer com que o mar cresça,
e o meu navio chegue ao fundo
e o meu sonho desapareça.

Depois, tudo estará perfeito;
praia lisa, águas ordenadas,
meus olhos secos como pedras
e as minhas duas mãos quebradas.


Comentário: Resolvi finalmente postar aqui poemas de Cecília Meireles, com comentários é claro. A poesia acima se resume em uma palavra: linda. Só o que posso dizer, simplesmente linda. A beleza das imagens poéticas criadas por Cecília, as metonímias, a sinceridade, são tocantes. É como sempre costumo dizer: Cecília traz para a poesia brasileira um grau de introspecção que só a poesia feminina consegue expor. Ela e Clarice Lispector são as mais conhecidas por trazerem mais esse elemento para a literatura nacional. Fico grato por isso, e faço aqui a minha homenagem.

Escolhi o poema acima justamente por ser um dos que mais me marcou, especialmente o último verso, e por ser um dos mais conhecidos da autora. Acho que é um excelente poema para ser colocado como o primeiro - de muitos, imagino - da autora no blog. Espero que gostem e que fiquem tão fascinados pelos versos acima quanto eu fiquei.


Rapidinha - Aconselho a quem gosta dos poemas da autora o livro "Os melhores poemas de Cecília Meireles".

Editado - Confira uma visão sobre a obra de Cecília Meireles aqui.




Gostou do blog? Gostou dos textos? - o autor Leonardo Schabbach, que produz o conteúdo do Na Ponta dos Lápis lançou recentemente sua primeira obra literária, O Código dos Cavaleiros. Ajude-o a continuar produzindo! Informações sobre a obra (como comprar - autografada -, capítulos para degustação, capa, sinopse e muito mais) podem ser encontradas neste super hotsite (clique para acessar).

4 Comentários:

Camila Alves.

Cecilia Meireles é fascinante. Eu cresci lendo seus poemas, tenho um livro (infantil) ou isto ou aquilo, do qual gosto muito da poesia que dá nome ao livro.

Quanto ao poema postado, bela escolha, está entre meus favoritos também. Acho o modo como ela escreve, simples e belo.

Abraços.

www.desentoa.tumblr.com

murillo

cecilia meirelles e facinante seus poemas e mara..adoro poemas e os delas nossa...sem palavras.

Anônimo

os poemas dela são lindos .Ela é uma otima poéta
adorooo CECILIA MEIRELLES

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger