Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

6

Em Aletheia - As profissões

em 29 de jul. de 2009.

Nos primórdios de Aletheia houve um grande simpósio para discutir quais deveriam ser as profissões oficiais do país. Pensar era de fato a atividade mais importante, era na verdade a única atividade que deveria ser praticada. Que se trocasse informação por riquezas, diziam os sábios. Inventaremos um novo tipo de comércio, a era do conhecimento e da informação. Mas pensar nem sempre é uma tarefa teórica, diziam outros. Sem o contato direto com os seres concretos é impossível alcançar a iluminação, desvendar a essência das coisas. É preciso se aventurar pelo país e pelo mundo para desenvolver ainda mais conhecimento. Criemos, então, três profissões: os contempladores, os aventureiros e os outros. Ninguém sabe o que estes últimos farão, mas como em qualquer explicação é preciso enumerar sempre três objetos para que a frase não soe de maneira estranha, precisaremos, por uma questão de estética, criar uma terceira ocupação.


A imagem foi retida deste endereço - http://domdodesenho.no.sapo.pt/destec.gif

6 Comentários:

Unknown

Como dizem no RS Muito Mããs muito tri, haha.

Brincadeiras a parte, muito legal o texto. E pode-se até dizer que não está muito longe da realidade de alguns né. Muitos pensam que apenas suas ocupações são importantes. E muitos pensam que apenas sentado, lendo artigos de jornais/revistas/livros técnicos etc poderão se tornar mais sábios.

Gostei da parte: "É preciso se aventurar pelo país e pelo mundo para desenvolver ainda mais conhecimento."

Parabéns por mais esse trabalho.

www.desentoa.tumblr.com

osmar Bispo

Gostei muito dos seus textos aqui no blog, convido-o para conhecer meu site se quiser pode publicar alguma lá.

Lídia Michelle

Oi, Leo. Gostei bastante desse seu projeto. Vejo a influência do Gonçalo Tavares na produção, mas também a sua busca por entender a sociedade em que vive. Uma busca em apurar o olhar...

Muito bom...

Beijos...

Anônimo

Esse projeto está bem interessante. De extrema qualidade. Continue nele.

Adriano

de Dai para Isie

Cheio de filosofia por trás das letras. Amei! Estou imaginando qual seria a minha profissão em Aletheia, se contempladora, aventureira ou apenas mais uma no meio dos outros.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger