Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

6

Em Aletheia - As profissões

em 29 de jul de 2009.

Nos primórdios de Aletheia houve um grande simpósio para discutir quais deveriam ser as profissões oficiais do país. Pensar era de fato a atividade mais importante, era na verdade a única atividade que deveria ser praticada. Que se trocasse informação por riquezas, diziam os sábios. Inventaremos um novo tipo de comércio, a era do conhecimento e da informação. Mas pensar nem sempre é uma tarefa teórica, diziam outros. Sem o contato direto com os seres concretos é impossível alcançar a iluminação, desvendar a essência das coisas. É preciso se aventurar pelo país e pelo mundo para desenvolver ainda mais conhecimento. Criemos, então, três profissões: os contempladores, os aventureiros e os outros. Ninguém sabe o que estes últimos farão, mas como em qualquer explicação é preciso enumerar sempre três objetos para que a frase não soe de maneira estranha, precisaremos, por uma questão de estética, criar uma terceira ocupação.


A imagem foi retida deste endereço - http://domdodesenho.no.sapo.pt/destec.gif

6 Comentários:

Camila Alves.

Como dizem no RS Muito Mããs muito tri, haha.

Brincadeiras a parte, muito legal o texto. E pode-se até dizer que não está muito longe da realidade de alguns né. Muitos pensam que apenas suas ocupações são importantes. E muitos pensam que apenas sentado, lendo artigos de jornais/revistas/livros técnicos etc poderão se tornar mais sábios.

Gostei da parte: "É preciso se aventurar pelo país e pelo mundo para desenvolver ainda mais conhecimento."

Parabéns por mais esse trabalho.

www.desentoa.tumblr.com

osmar Bispo

Gostei muito dos seus textos aqui no blog, convido-o para conhecer meu site se quiser pode publicar alguma lá.

Lídia Michelle

Oi, Leo. Gostei bastante desse seu projeto. Vejo a influência do Gonçalo Tavares na produção, mas também a sua busca por entender a sociedade em que vive. Uma busca em apurar o olhar...

Muito bom...

Beijos...

oleparido

Esse projeto está bem interessante. De extrema qualidade. Continue nele.

Adriano

Isie Fernandes

Cheio de filosofia por trás das letras. Amei! Estou imaginando qual seria a minha profissão em Aletheia, se contempladora, aventureira ou apenas mais uma no meio dos outros.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger