Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

4

Em Aletheia - Os rios

em 17 de jul de 2009.




Os rios - Em Aletheia não é possível beber água das nascentes, nem lavar as roupas e, muito menos, banhar-se nas águas de um rio. Lá, as coisas são como realmente são, revelam seu caráter verdadeiro. Os rios, portanto, não passam de metáforas.

4 Comentários:

Cizenando

Salve,

noves fora a ilustração, hehe, o desenvolvimento da história sobre Aletheia - sua revelação -, aponta para caminhos interessantes. Penso que, talvez mais que a questão da linguagem, o que deve chamar a atenção é a questão dos significados, o valor da palavra. Ou seja, descortinar sua beleza é uma forma de mostrar o quanto nossos olhos estão nublados pelo cotidiano.

Leonardo Schabbach

Ah, mas a "ilustração" dá todo um ar diferente ao post, hehe. Uma brincada, vamos dizer assim. Pode se preparar que mais "ilustrações" virão, hahaha.

Isie Fernandes

Já começo a formar Aletheia em minha cabeça... E, diz uma coisa, a ilustração foi desenhada por você mesmo?

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger