Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

6

Poemas de Cecília Meireles

em 8 de jul de 2009.

Mulher ao Espelho

Hoje, que seja esta ou aquela,

pouco me importa.
Quero apenas parecer bela,
pois, seja qual for, estou morta.

Já fui loura, já fui morena,
já fui Margarida e Beatriz,
Já fui Maria e Madalena.
Só não pude ser como quis.

Que mal fez, essa cor fingida
do meu cabelo, e do meu rosto,
se é tudo tinta: o mundo, a vida,
o contentamento, o desgosto?

Por fora, serei como queira,
a moda, que vai me matando.
Que me levem pele e caveira
ao nada, não me importa quando.

Mas quem viu, tão dilacerados,
olhos, braços e sonhos seus,
e morreu pelos seus pecados,
falará com Deus.

Falará, coberta de luzes,
do alto penteado ao rubro artelho.
Porque uns expiram sobre cruzes,
outros, buscando-se no espelho.

Comentário: Na última postagem sobre Cecília Meireles, eu deveria ter postado este poema. Este sim deixa ainda mais evidente traços de uma literatura feminina - embora a temática também seja universal. Aqui fica ainda mais explícita a pressão social em relação à imagem colocada sobre os indivíduos, especialmente sobre as mulheres. Também fica evidente uma crítica à falsidade nas relações interpessoais, nas quais as pessoas precisam apenas parecer ser determinada coisa - cosmética e superficialmente - para encontrar o seu lugar na sociedade. É interessante observar como já naquela época Cecília sentia os efeitos de um fenômeno que continuaria a crescer assustadoramente até os dias atuais. Como resultado, produziu este poema, que, além de belo, é também atemporal e universal.

Rapidinha - Aconselho a quem gosta dos poemas da autora o livro "Os melhores poemas de Cecília Meireles".

Editado - Confira uma visão sobre a obra de Cecília Meireles aqui.



Gostou do blog? Gostou dos textos? - o autor Leonardo Schabbach, que produz o conteúdo do Na Ponta dos Lápis lançou recentemente sua primeira obra literária, O Código dos Cavaleiros. Ajude-o a continuar produzindo! Informações sobre a obra (como comprar - autografada -, capítulos para degustação, capa, sinopse e muito mais) podem ser encontradas neste super hotsite (clique para acessar).

6 Comentários:

@amymooree

Eu não sou de ler poemas e tals, mas esse foi maravilhoso. Si,plesmente demais *.*

yarapereira_1

EU SOU GEOVANA AMO AS POESIAS DE SECILIA MELERES GOSTO DE LER MUINTO APRENDI A LERCOM O SEUS LIVROS DE POESIA E A MINHA PRINEIRA POESIA FOI A BAILARINA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!E QUEM MI ENCINO FOI 10PESSOAS CIRILA, ROSE MINHA POFESSORA,MINHA MÃE,IRMÃ,E ECT.AMO OS LIVRO COM UM RESPEITO DIFERENTEDOS OUTOS LIVROS E RECOMENDO LER O LIVRO DE(CARLOS DRUMONT DE ANDRADE. E SO POESIA LEGAIS VOU COPIA UMA DELAS)
(Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.
Carlos Drummond de Andrade) VOU COLOCA MAIS UMJA


(Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento,houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente: O Amor.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: O AMOR.
Carlos Drummond de Andrade)
VOU COLOCA MAIS 5POSO ESPERO

A porta da verdade estava aberta, ***carlos drumont de andrade***Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade (gycghsuchydgccxgx)PRECISA-SE DE UM AMIGO

A porta da verdade estava aberta, ***carlos drumont de andrade***Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade (gycghsuchydgccxgx)PRECISA-SE DE UM AMIGO

A porta da verdade estava aberta, ***carlos drumont de andrade***Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade (gycghsuchydgccxgx)PRECISA-SE DE UM AMIGO

A porta da verdade estava aberta, ***carlos drumont de andrade***Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade (gycghsuchydgccxgx)PRECISA-SE DE UM AMIGO

A porta da verdade estava aberta, ***carlos drumont de andrade***Memória

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão

Mas as coisas findas
muito mais que lindas,
essas ficarão.
Carlos Drummond de Andrade (gycghsuchydgccxgx)PRECISA-SE DE UM AMIGO

joao silva carvalho

adorei a sua perguta queria saber mais gabrieli domaranhao

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger