Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

5

A Superloja

em 10 de jul de 2009.

É uma poesia minha que achei legal dividir. É um pouco simples até na construção, mas eu, particularmente, gosto muito da musicalidade, do clima do poema e, especialmente, da mensagem que tentei passar. Considero essa poesia um pequeno conto, não tem lá aquela densidade formal que poderia se esperar, mas o ritmo é divetido, compensa, enfim, pode agradar a alguns leitores.


A Superloja 

Finalmente chegara à cidade,
com mil e um produtos
com mil e uma utilidades.

Finalmente aberta ao público,
com preços módicos,
com setores diversificados,
com o ambiente controlado
pelo mais caro sistema
de ar-condicionado.

Todos no bairro correram,
assim que foram convocados.
E por lá permaneceram,
um dia por produto comprado.

Após o periodo de um ano,
a Superloja já estava cheia.
As pessoas por ali ficavam,
desde o primeiro café
até a longa última seia.

E todo o restante do bairro,
tranqüilo e arborizado,
ficou para os desavisados
que, por demais presos à realidade,
acabaram ficando de fora
do advento da modernidade.

5 Comentários:

Anônimo

Achei o blog pelo google, procurando por poesias da cecília meireles. Gostei mto das coisas q vc escreve, parabésn!

Ana Polidoro

Gostei da sua poesia, lembrei-me de mim. Na ânsia da escolha de um presente de casamento, numa louca espera de sumir daquela "superloja".

EMenezes

Na simplicidade encontro leveza, suavidade, além de sua poesia ser bem precisa.
Tudo que está em seu blog é enriquecedor, que nutre com excelência todos que optam pelo prazer de se permitirem fluir pelas poesias.
Parabéns!
Eliane Menezes

Luisa

É simples mas é boa, diz muita coisa. Gostei, continue postando que passarei a acompanhá-lo.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger