Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

6

Canção do Sono

em 5 de out de 2009.

Eu me reservo a fazer algumas experimentações aqui no blog de vez em quando. Hoje resolvi fazer mais uma, veremos o que vocês, caros leitores, irão achar. Ontem eu escrevi um poema bem musical, talvez inspirado pelos poemas de Manuel Bandeira que tenho lido recentemente. Quando pensei em postá-lo aqui achei que poderia ser interessante colocar um áudio dele declamado por mim. E o fiz. Acho que a leitura passa bem a musicalidade do poema, imagino que seja um experimento interessante. Confiram! (editado: houve um problema com a gravação, em breve, colocarei-a disponível novamente)



Canção do Sono

Claro, claro, claro!
Só poderia ser!
Claro que é o escuro,
meu caro,
prestes a me vencer.

É noite que chega mansa,
noite que amansa e cansa,
noite de abundância,
de encantos e cores e cheiros.

É o sono que chega ligeiro,
sono etéreo e real,
sono que, tão verdadeiro,
nos protege de todo o mal.

Sono, sono, sono,
que mais poderia ser?
Nada melhor do que o sono,
meu caro,
pra me restabelecer!

No sono, eu sonho, eu sonho,
com o que eu projeto pra mim.
Triste é saber que o sonho,
meu caro,
o sonho possui um fim.

6 Comentários:

Chris

muito bem declamado! já ouviu Manuel Bandeira declamando os próprios? tá no caminho!

Érica

Muito legal colocar som. Normalmente não conhecemos o pessoal com quem conversamos em blogs, e-mails, twitter etc. Ouvir a voz do escritor parece nos aproximar mais de seu trabalho. Parabéns pelo poema e pela declamação.

Marcos Reis

Achei muito bacana você buscar esse tipo de inovação, mas o que é legal mesmo com a versão declamada do poema é que te permite expressar emotividade - através do da voz - o que ajuda o leitor/ouvinte a perceber o tom que o poema busca causar no receptor.
Maneiro Leo...Mandou bem...espero pelo próximo.
Abraços e sucesso na noite de autográfos, pois você merece, saiba que sou seu fã e queria mito tá aí no RJ para prestigiá-lo, mas mesmo assim, tÔ aqui em SP torcendo por você.

Eduardo Baldan

Salve, Leonardo!

Massa a idéia de colocar o poema declamado. Sei que é outra onda, mas comecei a gostar de poesia por causa de Vinicius. A sensação trazida pela voz é muito interessante e nos leva a uma compreensão mais apurada da relação poema/poesia-autor/declamador.

Engraçado que eu nunca fiz esforço em imaginar tua voz, mas inconscientemente tinha criado uma certa concepção, que era bem diferente do que ouvi hehehe.

Teu ritmo é muito mais rápido do que eu imaginava ou costumava ler. Muito bacana conflitar a imaginação com a "realidade".

Aproveitando isso, uma dica seria mandar o áudio depois da poema. Assim faz com que haja uma leitura "surda", depois a sua voz é apresentada, dando outro corpo para a leitura.
Pode ser interessante.

Um grande abraço!

Leonardo Schabbach

Legal que vocês gostaram da idéia. Agora, quanto ao ritmo de leitura, isso depende do poema. Esse é um poema quase cantado, mais acelerado portanto. Há outros mais lento. E mesmo quanto a voz, até por esse poema ser quase cantado, ela saiu diferente da voz "falada".

Vou colocar aqui depois dois poemas do Augusto dos Anjos que eu gosto de recitar para vocês verem como a voz muda, a velocidade e a entonação também. Afinal, declamar um poema nada mais é do que uma performance, hehehe. Acho que será uma experimento legal, pra mostrar as variações e tudo mais.

Abraço. (Vou tentar postar os poemas declamados amanhã, hoje a correria é grande aqui)

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger