Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

4

Tempos Modernos

em 21 de jan de 2010.

Comentário: Este é um poema mais antigo também, é bem curto, simples, mas gosto muito dele. Acho que me traz algumas imagens à cabeça que são agradáveis, uma certa melancolia, não sei bem explicar. Enfim, divido com vocês, espero que gostem.


Tempos Modernos

Um belo dia,
o circo veio à cidade.
E, junto dele, veio toda compania.
Palhaços, mágicos, malabares,
pássaros, pombos e cotovias.

Porém, era ali a cidade grande,
cheia de pompa e também de mordomia.
E era por isso
que ao circo
ninguém ia,
pois em meio a essa vil modernidade,
deixa-se de lado a magia
e opta-se pela racionalidade.

4 Comentários:

PH Pereira

Engraçado. Nao sei se eh pq eh mais antiga, mas essa poesia tem umas características diferentes das suas últimas.

Eu gostei muito também, concordo com a mensagem que ela passa.

Raphael Ramires

Muito tocante. Mas a métrica ta um pouco prejudicada. Fiquei um pouco incomodado no verso final "e opta-se pela racionalidade."

Leonardo Schabbach

Eu gosto muito desse verso final, na verdade. Também não me preocupo muito com a métrica, sigo mais pela musicalidade, em geral.

Pra mim, o ponto que ficou mais ou menos em relação à construção foi ali na metade.

"Era por isso
que ao circo
ninguém ia"

Sempre achei essa parte problemática, acho o "ninguém ia" feio, mas nunca consegui resolver o problema nessa parte deste poema. Ainda assim, acho ele muito bom, gosto mto da mensagem e também muito da primeira estrofe, então acabei dividingo ele pelo blog.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger