Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

5

Carlos Drummond de Andrade - Poemas

em 1 de fev de 2010.

Fazia algum tempo que não colocava um poema dele aqui. Hoje, trago três poemas de Carlos Drummond de Andrade; bem curtos, mas com muita perspicácia e ironia. Retirei-os do livro Farewell, que na minha opinião é um dos melhores para comprar do poeta. No blog, além dos poemas, vocês ainda podem conferir alguns contos de Carlos Drummond de Andrade.


Fora de Hora

Entrega fora de hora
e posse fora de hora.
Quem mandou
você atrasar a hora,
você apressar a hora,
você aceitar a hora
não madurada
ou demasiado madura.

O tempo fora de hora
não é tempo nem é nada.
O amor fora de hora
é como rolar a escada.


Escravo de Papelópolis

Ó burocatas!
Que ódio vos tenho, e se fosse apenas ódio...
É ainda o sentimento
da vida que perdi sendo um dos vossos.


Aristocracia

O Conde de Lautréamont
era tão conde quanto eu.
Que sendo o nobre Drummond
valho menos que um plebeu.


Nota: Quem ainda não conferiu, pode ver no blog uma postagem com uma outros três poemas de Carlos Drummond de Andrade, sendo um deles declamado.




Gostou do blog? Gostou dos textos? - o autor Leonardo Schabbach, que produz o conteúdo do Na Ponta dos Lápis lançou recentemente sua primeira obra literária, O Código dos Cavaleiros. Ajude-o a continuar produzindo! Informações sobre a obra (como comprar - autografada -, capítulos para degustação, capa, sinopse e muito mais) podem ser encontradas neste super hotsite (clique para acessar).

5 Comentários:

Silas Torres

muito bom, e o ultimo é para mim, o melhor dos três, obrigado pela leitura agradável desses poemas do mestre Drummond ^^

Leonardo Schabbach

Nada... sempre fico feliz em indicar boas leituras. Drummond tem poemas sensacionais mesmo, gosto muito do lado irônico dele, como sempre falo por aqui.

Obrigado pela visita e pelo comentário. Espero que volte outras vezes =)

Djalma Lúcio

Lindões, Leo. Passei a gostar mais do Drummond quando soube da influência(e li alguns poemas)do primeiro livro dele, "Alguma poesia" sobre o J. Cabral. Quero esse livro.

Leonardo Schabbach

Legal cara. E bom te ver por aqui Djalma. Inclusive, falando em João Cabral, faz muito tempo que não posto nada dele aqui, verei se coloco alguma coisa nessas próximas semanas. Ele é muito bom =)

ahh.. Quem sou eu?!!

Adorei essa parte

O tempo fora de hora
não é tempo nem é nada.
O amor fora de hora
é como rolar a escada.

Drummond sabia o que escrevia.

Vou indicar sua postagem

bjs

Joicinha

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger