Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

1

[VIDEO] Acidente na sala, poema citado por Ferreira Gullar na FLIP

em 11 de ago de 2010.

Infelizmente, por motivos vários, acabei não indo a FLIP, nem a acompanhando como eu gostaria. Mas, naturalmente, fiquei muito feliz ao ler, após o evento, que o grandíssimo poeta Ferreira Gullar foi muito bem recebido pelo público e aplaudido de pé. Emocionado, ele chegou a dizer que era reconfortante perceber que a poesia ainda tinha a capacidade de mexer tanto assim com as pessoas.

Também fiquei feliz ao ouvir que ele contou uma história em sua palestra em que falava que o poema vem do "espanto". Então, contou que um dia, ao levar do sofá (ou cadeira, não lembro bem) ouviu o osso da perna fazer um barulho, ouviu um estalo. Desta experiência, ele disse, escreveu um poema. Achei interessante, pois foi a mesma história que ele nos contou quando o entrevistamos na casa dele - e posso afirmar, o poeta é uma pessoa espetacular mesmo. Para os que não acompanham o blog desde cedo, posto novamente aqui um video exclusivo de Ferreira Gullar declamando o tal poema, que se intitula "Acidente na Sala" e que ainda é inédito.

1 Comentários:

Isie Fernandes

Ainda me lembrava do vídeo. Que legal ele ter mencionado a mesma história. E, pensando melhor sobre o poema, percebo o quanto de verdade há nessas palavras. O osso é meu, mas o osso sou mesmo eu? Já tenho minha resposta.

Amei, perfeito!

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger