Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

2

Reencontro - Parte I

em 1 de out de 2011.

Não deu para dar o upload ontem, já que hoje trago, além de mais um pedaço, pequeno, de O Legado dos Dragões, também algumas novidades gráficas para vocês. Temos um banner novo em folha e muito legal, além de uma nova imagem quadrada para colocar nas postagens em destaque. E tem mais. Nos próximos dias, ou semanas, tentarei me dedicar muito à história para finalizar a primeira parte. Quando fizer isso, devo fechar o livro em um e-book, que talvez contenha até algumas ilustrações, para distribuir gratuitamente; vai ficar bem legal. Quem sabe até role uma promoção ou outra que envolvam um livro impresso exclusivo, mas vamos ver. Enfim, acompanhem logo abaixo mais um pedaço da história!


Gabriel retornava com Sir Lance e sua guarda pessoal, formada por exatos dez homens, aos domínios de Sir Brickmond. O caminho entre os dois reinos, desta vez, mostrara-se muito mais calmo e inabitado do que se esperava. Isso em muito tinha a ver com algumas fendas, até então desconhecidas, que acabaram servindo quase como que um caminho secreto para a pequena comitiva. Gabriel, inclusive, estranhara a situação. Tinha a sensação de que era como se houvesse alguém os guiando por um caminho seguro pelo coração das montanhas.

Em poucos dias, já avistavam a entrada do feudo que cercava o castelo de Sir Brickmond. Ainda ao longe, Gabriel pensava em sua querida Lia. Não tinha dúvidas de que ela conseguiria administrar bem o reino em sua ausência; o fato é que seus pensamentos divagavam em outra direção. Sentia saudades, apesar de estar a pouco tempo fora, e também orgulho da mulher, seu tesouro mais precioso – e mal podia esperar pelo momento de revê-la. Lembrava-se bem de quando tinham se conhecido. Ele ainda era jovem, mas já possuía alguma fama; afinal, fora o único soldado dos exércitos de Thomas a sobreviver à guerra contra os dragões. Já possuía, portanto, uma patente mais elevada e também algum renome. Já ela acabara de se destacar entre as arqueiras, subia de posição com uma velocidade inimaginável. Tinha muito talento e muita vontade de se provar valorosa.


*******************


- Esta, certamente, irá se tornar uma grande capitã algum dia. Quem sabe até um posto ainda mais avançado – comentou Malenberg ao jovem Gabriel, logo após observar Lia em seus testes como arqueira. O general a admirava, nunca vira uma mulher com maior dom para os combates e para a estratégia. Via em Lia alguém de potencial tão grande quanto Gabriel, um jovem soldado do qual ele gostava muito – e que desejava treinar pessoalmente, embora isso não fosse possível, uma vez que o próprio Thomas Brickmond o tomara como um protegido. Ainda assim, gostava de conversar com o garoto, de saber um pouco mais sobre suas idéias e ambições.

- Eu concordo. Nunca vi alguém tão preciso com o arco. E, devo admitir, ela é muito bela também.

Malenberg riu.

- É, devo concordar... E eu estava pensando. Você me parece um grande combatente, Gabriel; aprendeu muito com Sir Brickmond nesses seus anos de treinamento. Que tal adotar Lia como sua protegida? Tenho certeza de que faria um bom trabalho.

O coração do jovem disparou. Por um lado, duvidava de sua capacidade como soldado, não sabia se estaria apto a treinar alguém. Por outro, sentia uma espécie de conflito, uma vez que admirava tanto aquela mulher que, definitivamente, desenvolvera sentimentos fortes em relação a ela; estava apaixonado, embora fosse cedo para que admitisse, até mesmo para si.

- Eu... eu acho que posso... acho que sim. – Gabriel respondera, ainda indeciso e receoso.

- Está certo, então. Por favor, vá até ela e lhe dê a boa nova.

O jovem obedeceu às ordens do general e caminhou em direção à bela arqueira, que logo se virou para lhe observar.

- L... Lia... a partir de hoje você foi designada como minha protegida. Eu serei responsável pessoal pelo seu treinamento.

A mulher apenas o olhou com atenção, seus penetrantes olhos castanhos não se desviavam do rosto de Gabriel. Era como se ela procurasse lê-lo, ou melhor, era como se ela pudesse lê-lo, como se um simples olhar seu pudesse romper todas as defesas daquele jovem soldado. Ele mal sabia como se comportar. Ela gostara do que vira. Gostara de ter a possibilidade de treinar com um homem que sobrevivera a uma guerra contra os dragões – e gostara também do que notara em seus olhos: bravura, honra e também carinho. Tratava-se de um homem bom.


*******************


- Gabriel retorna. Ele retorna com Sir Lance e sua guarda pessoal. – disse Anita Nhyria enquanto se ajoelhava em reverência, ao adentrar os aposentos reais, onde Thomas Brickmond repousava aos cuidados de Lia Tharaton.

- Que bom! Finalmente. Eles estão próximos? – a mulher perguntou.

- Sim, já devem estar passando pelos portões.

Lia se deslocou até a janela do aposento e pôde notar a chegada de Sir Lance e Gabriel. O povo os recebia com alguma festa e com muita curiosidade. Se o renomado Robert Lance viera pessoalmente ao reino, era porque a situação deveria ter se complicado ainda mais; talvez Sir Brickmond já não mais conseguisse administrar aquelas terras sozinho, talvez tivesse decidido bater em retirada. Ou talvez tivesse até mesmo falecido, finalmente vencido por sua doença. Mas esta era uma hipótese que o povo preferia refutar; não era assim tão fácil aceitar a morte de um ídolo, de uma lenda viva, do homem que salvara não só o seu povo, mas também toda a humanidade.

Lia, por outro lado, estava feliz com o retorno de Gabriel, sabia que somente assim os nobres e generais realmente se acalmariam. Ela o olhava pela janela com um largo sorriso no rosto; sabia que poderia contar com ele sempre que precisasse – e soubera disso desde a primeira vez em que colocara seus olhos sobre ele.

- Está certo, Anita. Convoque todos os generais para a cúpula do exército. Sir Lance irá querer falar com Thomas. Depois disso, tomaremos nossas decisões.

2 Comentários:

J R

Gosto quanto temos flash backs de personagens, eles ficam mais estruturados com isso, muitas vezes dá para entender outras decisões deles por conhece-los melhor através dos flash backs. Depois do episódio anterior estou curioso para ver o encontro de Lanir e James com o menino perdido. Vai rolar muito fight, Haha!

Leonardo Schabbach

Oi. Gostei das críticas feitas no comentário que você pediu para não publicar. Sobre o layout do blog, eu gosto dele, tem um clima legal, e é meio difícil mudar tudo. Isso é mais coisa a se fazer de tempos em tempos. Sobre o Legado dos Dragões, posso repensar o subtítulo, essas coisas são muito variáveis - e a idéia de ir postando os capítulos e etc... é pra aperfeiçoar mesmo esses detalhes, como títulos, subtítulos, nomes de personagens e assim por diante. Então, sugestões são bem-vindas.

E, sim, em breve devem rolar algumas batalhas mesmo, ali por perto do encontro de Lanir e James com o garoto.

Abraço!

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger