Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

8

Clube do Livro leva Lebron James e o Miami Heat ao título da NBA

em 25 de jun de 2012.

O texto de hoje fica por conta de algo muito interessante que envolveu o Miami Heat, time de basquete da NBA, e Lebron James, atualmente considerado o melhor jogador do mundo - e um dos melhores de todos os tempos. No entanto, embora Lebron seja considerado por muitos o melhor jogador da atualidade, ele, desde que iniciou sua carreira, sempre foi muito cobrado por não ser capaz de ganhar títulos, como fizeram algumas lendas do basquete (Michael Jordan, Magic Johnson e etc...).



Na realidade, a cobrança até então era tão grande que, no ano passado, o jogador chegou a sair brigado do Cleveland Cavaliers, time que o trouxe para a liga, para formar uma super equipe no Heat, aliado a outros superstars, como Chris Bosh e Dwyane Wade, uma "manobra" muito criticada por fãs do basquete no mundo inteiro.

A jogada acabou rendendo frutos, uma vez que já no ano em que o "Big 3" foi formado eles chegaram às finais da competição, contra o Dallas Maverick. Na ocasião, Lebron jogou muito mal nos jogos decisivos, com performances muito abaixo de sua capacidade nos últimos quartos e seu time saiu derrotado.

Novamente, as críticas a sua capacidade de ganhar títulos voltaram - já era a segunda final em que ele chegava e tinha performances abaixo do esperado. No entanto, neste ano, algo mudou, não só com o time (que se tornou melhor), mas especialmente com Lebron James, que parece ter amadurecido muito após ter perdido um título que todos consideravam ganho. Quando normalmente ele gostava de ver os comentários sobre suas performances na televisão, provocar os times adversários e "fazer bonito" para sua torcida, assim que o Heat chegou às finais deste ano, o jogador iniciou algo inusitado: criou um "Clube do Livro". O comprometimento com os objetivos de leitura era tanto que o jogador chegava a ler de 20 a 25 minutos antes dos jogos decisivos, assim como cerca de 20 a 25 minutos depois, até ler um determinado número de páginas, o que o fazia, inclusive, demorar um pouco a ir para as entrevistas coletivas.

Segundo palavras do próprio James: "Ler me ajuda um pouco a me afastar do jogo por algum tempo, definitivamente me ajuda a drenar um pouco da ansiedade".

O jogador ainda admite que: "Ler dá uma reduzida na velocidade dos meus pensamentos, eu tenho uma válvula de escape. Durante os playoffs, tudo em que você pensa é basquete, tudo o que você quer é jogar basquete. Mas, ao mesmo tempo, isso pode acabar sendo demais. E é difícil escapar disso, porque você joga quase todo dia, fala sobre isso todo dia, prepara-se para os jogos todos os dias. Então, esta iniciativa me deu uma oportunidade de, durante estes 20 a 25 minutos antes dos jogos, simplesmente ler,  de pensar sobre alguma outra coisa e de ter também uma noção do que está acontecendo além do mundo do basquete. Me fez ficar mais confortável".

O fato é que, de um modo geral, a mídia especializada toda concorda que se viu um Lebron diferente nas finais deste ano, muito mais centrado e focado no jogo de basquete, algo que, como ele mesmo admitiu, veio deste contato com a leitura, e que foi crucial para a conquista do campeonato pelo time - uma vez que Lebron James fez a diferença em todos os jogos.

Além disso, e esta é uma opinião pessoal, o próprio fato de o Clube ter sido discutido é muito positivo para a literatura. Afinal, volta e meia, eram mostradas imagens do jogador dentro do vestiário lendo, antes e depois dos jogos, uma vez que ele era a grande estrela do seu time. Isso, no geral, é muito positivo, pois certamente fará com que muitos garotos e garotas, fãs do esporte e fãs do jogador, procurem seguir o exemplo de seu ídolo.

Enfim, achei que esta era uma história muito interessante e decidi dividir aqui com o pessoal do blog, mesmo com aqueles que não são tão fãs do esporte, uma vez que o que importa aqui é falar da importância da leitura, mesmo para os atletas de alto nível.

8 Comentários:

Augusto Assis

Que lindo. :D. Eu me encaixo na categoria 'não muito fã de esportes' mas as pessoas verem que a literatura faz a diferença na vida das pessoas é simplesmente impressionante.
Parabéns pelo post
Bj :)

Leonardo Schabbach

Legal, Augusto. Pois é, eu acompanho. Mas o interessante é ver aqui que um cara que buscou o título por NOVE anos, só foi conseguir após finalmente passar por um processo de amadurecimento, mesmo sendo o melhor do mundo; processo esse que veio justamente com esse seu projeto de "Clube do Livro" - e que em muito teve a ver com a leitura.

Camila Alves Silvano

Acho que a frase do próprio atleta já explica tudo "Ler me ajuda um pouco a me afastar do jogo por algum tempo, definitivamente me ajuda a drenar um pouco da ansiedade".
Achei o máximo a história. Super legal a iniciativa e tomara que a leitura ainda mude a vida de muitas outras pessoas.

Leonardo Schabbach

Oi, Camila!

Pois é, é uma história realmente muito legal.

E também é muito legal vê-la por aqui novamente =)

Grande abraço!

J R

Embora não me encaixe na categoria Fâ de Esportes, achei incrível esse post sobre o jogador, é tão bom ver como a leitura afeta nossas habilidades... participo de um club do livro e é bem legal poder compartilhar o que lemos com um grupo, ouvir seus comentários enfim motiva-me a ler mais, e o engraçado é ver um ícone do basquete exatamente envolvido em uma atividade geralmente não relacionada a atletas, como um clube de leitura e ele eleva a leitura a uma condição essencial. Gostei demais deste post.

Bruna Araújo

Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui :)

ontendency.blogspot.com

Leonardo Schabbach

Legal, Bruna! Fico muito feliz que tenha gostado. E ficarei mais feliz ainda se continuar acompanhando =)

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger