Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

8

Qual o papel dos blogs em nossa sociedade?

em 23 de jul de 2012.

A explosão do número e do tamanho dos blogs literários neste último ano tem me chamado muito a atenção - e, inclusive, já fiz algumas ponderações a respeito do assunto. O crescimento destes tipos de espaço na internet traz à luz algumas questões importantes, que muitas vezes são ignoradas pela grande mídia e também pelo mercado literário.

A primeira é clara: há um interesse pelos livros muito maior do que se pensa. E sim, realmente é um interesse mais voltado para os livros de entretenimento, como se nota pelo tipo de blogs predominantes, mas ainda assim é um interesse real pela literatura. A segunda observação é também simples: a grande mídia não é capaz de dar a estes leitores as informações de que eles necessitam - e aquelas que buscam. Exatamente por isso, uma legião de novos leitores acompanha uma série de blogs para saber das novidades literárias nas áreas de que gostam. Inclusive, essa "incapacidade" da grande mídia vem de uma desvalorização da cultura e da literatura que ocorreu desde a década de 60 e culminou com a quase inexistência de espaços de discussão literária e artística nos jornais, algo que era bem comum em períodos anteriores da história do Brasil.

Neste cenário, surgem os blogs literários, que ganham cada vez mais força. E isso pode ser visto até mesmo pela evolução de alguns deles, principalmente os mais antigos, que não só começaram a terceirizar algumas matérias (há colaboradores que mantêm a periodicidade, diversidade e qualidade dos blogs) como iniciaram também uma produção própria de conteúdo - o que, na minha opinião, torna tudo mais importante. Isto é, muitos começam a ter já algumas colunas fixas, podcasts e até mesmo "programas", como pode ser visto nesse pequeno vídeo de comédia feito pelas donas dos blogs Literalmente Falando e Nem Um Pouco Épico. Trata-se de uma brincadeira com os livros voltados para o público Jovem Adulto (clique aqui e acompanhe).

O que se pode notar, então, é que os blogs literários, tão criticados por alguns, começam a ter um papel realmente muito importante na formação de novos leitores e na apresentação de obras ao mercado literário. Eles estão se tornando cada vez mais ferramentas importantes de "crítica literária". É claro que a maioria não possui essa intenção, mas, por toda a sua influência sobre determinado grupo de leitores, eles acabam exercendo esse papel.  Naturalmente, não se trata de uma crítica especializada, com amplo estudo sobre o assunto (não em todos os casos), mas a parte principal, que é a de o blog ser visto como um "formador de opinião", está presente. São eles que ditam a moda entre o público jovem, especialmente.

Além disso, os maiores e mais sérios começam já a passar por uma mudança importante, como dito anteriormente. Após a explosão de mídias sociais, o formato blog perdeu sim um pouco de força e, aos poucos, passa já por algumas mudanças. Entre elas, a principal é esta questão do conteúdo. De não se tornarem mais apenas um local de opiniões, mas também de produção de conteúdo. Esta, inclusive, é uma questão muito importante, que procurarei abordar em novos artigos.

Enfim, basicamente o que gostaria de apontar é isso. Cada vez mais, os blogs começam a tomar o espaço que antes era dominado por uma crítica literária bem elitizada e fechada no Brasil. Isto pode já apontar para uma mudança importante no mercado brasileiro, que começa a ver suas editoras apostarem cada vez mais em autores que se conectam com este "público jovem e jovem adulto", algo praticamente impensável alguns anos atrás.

8 Comentários:

Herick Martins Schaiblich

Muito interessante o post, Leonardo! Eu nunca havia pensado deste modo sobre os blogs literários, como uma maneira de apoiar a literatura que, no Brasil, ainda é tão criticada e desvalorizada. E, em alguns casos, isso está completamente correto.

Existem alguns blogs de excelente qualidade, até mesmo aqueles que não tenham a qualificação específica e apontam, de certa forma, apenas a opinião do blogueiro. E isto, às vezes, é até bom, pois é muito mais fácil levar essa literatura aos outros por meio de uma linguagem mais simples (mas correta e coerente), sem as peculiaridades que o profissional na área sabe. Claro, o conteúdo é indispensável, mas quando ele deixa se ser algo de conhecimento comum entre a "massa", esta acaba tendo maior dificuldade de se ligar a essa literatura e aos blogs que a divulgam.

Entretanto, vamos admitir também que essa "onda" de blogueiros literários é grande demais e, muitas vezes mesmo, não possui nem os requisitos mínimos e básicos que se deve cobrar de alguém que se declara "amante da literatura" ou que quer colaborar para que ela alcance o patamar desejado no Brasil. Um elitista que despreza a literatura de entretenimento, fantástica e juvenil apenas passará a desprezá-la mais ao ver alguns desses blogs.

Enfim, isso é um assunto muito complexo mesmo. Gosto de ver blogs literários, participar de promoções e ver como alguns realmente apoiam e ajudam na publicação de determinadas obras, mas eu, que ainda sou um iniciante e tanto, vejo o quanto alguns são de péssima qualidade.

Abraço.
Até a próxima!

Leonardo Schabbach

Hehe, Herick. Interessante essa última parte do seu comentário.

Neste artigo mesmo eu já tinha escrito mais uns 2 parágrafos falando justamente disso, de um boom de blogs sem tanta qualidade e tudo mais. Então percebi que seria melhor deixar isso para uma postagem em particular, para falar especificamente desse problema de muitos blogs surgirem e cresceram de uma maneira "artificial".

Pode esperar por um artigo sobre isso =)

CMachado

Olá Leonardo!!!
De minha parte, eu aamoo blogs, é certo que mais sobre literatura. Frequento outros de temas como cinema, politica, também...

Lendo seu post, vem-me a mente um pensamento.
Por que? Pergunto e não encontro resposta a não ser a única que se falou por muitos anos, mas que agora não vejo como poderia.

Por que, na nossa economia de mercado e livros são um produto como outro qualquer.

Por que não há nas mídias, incentivo, propagandas, divulgação de livros?

Como vc disse, os blogs literários, onde quem ama ler deriva de um prazer compartilhados por outros de igual gosto. Ao mesmo tempo ajudam na escolha da próxima leitura. Alavanca as vendas de livros.

O discurso de que no Brasil não querem um povo informado, culto, penso que não cabe mais né?

Então, da mesma forma que no passado fez-se muitas propagandas de cigarros. E todo mundo fumava e a indústria faturava. Poderia ser assim c/ livros não?
Segundo o site Sobre Livros, muitas livrarias estão a fechar.
Dizem que é por conta da tecnologia, mas isso é outra história...

Livrarias de rua assim como lojas de ruas, fecham mesmo as do Shopping não vejo alteração...

Enfim, sou otimista e sonho c/ um Brasil de leitores num futuro próximo.
Os blogs sobre literatura estão fazendo sua parte.
Desculpe o comentário prolongado...
Boa reflexão, sobre o tema!

Abç

Leonardo Schabbach

Excelente comentário. Creio que é por aí mesmo, o espaço dado aos livros é muito pequeno mesmo. Muito boas suas colocações.

Sobre livrarias fecharem. Isso já não é necessariamente pro venda baixa de livros, mas porque livrarias menores não tem como competir com as grandes redes. A tendência, por exemplo, é no Brasil, assim como lá fora, começarem a sobreviver apenas as livrarias menores e independentes muito especializadas e as grandes redes, como Saraiva, Fnac, Cultura e etc...

E mesmo as grandes redes podem sofrer com concorrentes online como Submarino e, principalmente, a Amazon, que em breve chegará ao país.

Isie Fernandes

Oi, Leo.

Não sei como, de uma hora para outra, comecei a visitar muitos blogs literários. Alguns não têm tanta qualidade, mas vários são ótimos. Em minha opinião, esses blogs exercem diversas funções importantes (incentivar a leitura, divulgar livros e autores, promover editoras, dar acesso aos livros através de inúmeras promoções e sorteios, etc.). Sem falar que todo blogueiro acaba se tornando um grande leitor - nem sempre bom crítico -, já que os visitantes do blog desejam ler boas resenhas, conhecer as novidades das editoras e participar de promoções. A necessidade de escrever resenhas faz com que os blogueiros se empenhem mais na leitura e procurem mais por novos autores e seus títulos.

Outro ponto importantíssimo é a divulgação de novos escritores, chamados de parceiros. Muitos têm aderido à estratégia de firmar parcerias com blogs populares, enviando alguns exemplares para que os blogueiros leiam, resenhem e sorteiem entre seus leitores que, na maioria das vezes, também são blogueiros.

Bem, não posso deixar de mencionar o vídeo da Iris Figueiredo. Gosto muito de assistir a “Caixinhas de Correio”, mas a ideia de criar um programa sobre livros para jovens adultos (criticando os clichês) foi uma ótima sacada. Amei!

Enfim, já deu pra perceber que eu apoio os blogs literários, né?

Grande abraço,

Isie.

Kleris

Falar de blogs é algo que sempre "mexe" comigo. Faz tempo que tomei como alvo de pesquisa, utilizando-me das redes como fonte de observação, da mesma forma que de entretenimento (é bom se manter atualizada rs). Passei quase 1 ano para achar o mote perfeito pro meu tcc e dele veio muitos bons frutos. Foi meio arriscado, na verdade, se pensar na velha academia e suas tradições; tive que dar um jeito de casar tudo muito cuidadosamente.
Tratar de blogs ainda é complexo, imagina os literários, se quase não se tem informação ou pesquisa no assunto. E, nossa, tem umas mil coisas para se abordar! Difícil demais escolher só um ponto, e eu escolhi a opinião de leitor, na ideia daquele que produz textos de caráter critico e os publica em blogs literários. Pra você ver como um boom desses mexe com nossas cabeças haha
Talvez seja esse o papel dos blogs: fazer a diferença, participar dessa nova sociedade virtual que cresce.
O que eu acho ótimo agora é que depois de todas as pesquisas, tenho visto mais do comportamento das pessoas em pensar a respeito do fenômeno. A rede tem bombado com reflexões e movimentos =)
Literatura move montanhas, ou mesmo globaliza.

Leonardo Schabbach

Pois é. É muito bom ver o pessoal discutindo. Esse fenômeno de blogs literários é muito interessante mesmo. É como falei, uma crítica literária tem se criado aí - e o pessoal vem se aprofundando cada vez mais. Muito legal mesmo!

Nerito

Oi Leonardo!
Uma visão bem acertada. Posso observar também que, junto com o aumento de blogs literários (e sua consequente transformação), há o surgimento cada vez maior de autores muito jovens que conseguem alcançar seus leitores através de seus blogs e inclusive conseguem publicar e distribuir suas obras impressas. É um fenômeno que tem sido um pouco ignorado pela comunidade acadêmica, assim considero.

Abraço!

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger