Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

0

Em homenagem na ABL, Saramago fala sobre seu novo livro

em 26 de nov de 2008.



José Saramago foi homenageado hoje (26/11/2008) na Academia Brasileira de Letras (ABL). Durante o evento, ele realizou o lançamento internacional de seu novo livro “A viagem do elefante”. O autor português aproveitou o momento para falar um pouco mais sobre o processo de criação de sua nova obra, revelando que ela muito esteve envolvida com a sua recente doença respiratória, que o impediu de escrever por algum tempo. Ele chegou a dizer que se há alguns males que vem para o bem, sua doença foi um mal que o fez produzir “A viagem do elefante”. Em entrevista em São Paulo, no último dia 25, Saramago chegou a dizer ironicamente que “uma boa doença vale por toda a obra de Paulo Coelho”.

Na Academia Brasileira de Letras, o autor foi mais a fundo ao analisar o processo de produção de seu último livro. Ele primeiro fez questão de ressaltar que “o leitor é conduzido pela linguagem”. Para ilustrar esta afirmação, citou o livro “O Grande Sertão Veredas”, de Guimarães Rosa, afirmando que ele “não poderia ser escrito sem aquela linguagem”. Para Saramago, esta é uma questão fundamental num livro.

Deste modo, os leitores mais assíduos do autor podem se surpreender ao ler “A viagem do elefante”. Segundo o escritor português, para se falar de uma história ocorrida séculos atrás é necessário todo um esforço de linguagem, pois à época a própria linguagem era muito diferente do que é hoje. Por este motivo, a sua nova obra apresenta características diferentes das de suas produções anteriores. Ele mesmo resumiu estas diferenças quando disse que o livro contém palavras que ele não usa faz anos e que a própria construção das frases não é a que ele costuma utilizar. Logo, os leitores podem esperar por algo diferente – mas não necessariamente menos genial – vindo do autor, até porque ele também revelou em sua visita ao Brasil que o livro “A viagem do elefante” é o primeiro em que o humor é realmente trabalhado.

Ainda nesta semana, o escritor irá participar de um encontro com fãs no Sesc Pinheiros, no dia 27, e da inauguração da exposição “José Saramago – a consistência dos sonhos” no dia 28, no instituto Tomie Othake, em São Paulo.

Para acessar o site oficial do instituto Tomie Othake clique aqui.

Para aqueles que não sabem, José Saramago tem o seu próprio blog. Quer conhecer? Clique aqui.

Mais informações sobre a exposição podem ser lidas aqui.



0 Comentários:

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger