Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

1

Mario Quintana - O problema

em 20 de out de 2009.

Continuo a colocar aqui histórias sobre os grandes autores. Como comprei na bienal um livrinho com várias sobre o Mario Quintana, suas histórias têm sido presença constante no blog. Eu gostei particularmente dessa, acho que me identifico um pouco, ao menos em partes. Quem nunca leu as pequenas histórias de Quintana pode conferir na série de postagens Curiosos "causos" de grandes autores. Há também uma análise antiga minha de um dos poemas do autor em que aponto algumas características de suas obras.


O PROBLEMA

DEPOIS de construir a fama de recluso e avesso a exposições, por volta dos 70 ele se deixou descobrir explicitamente. Virou atração turística, como avalia o jornalista Ivo Stigger. "Sou a falta de assunto predileta das professoras de Português da Grande Porto Alegre", divertia-se. Quando não podia fugir, desaparecendo nos corredores do prédio da Caldas Júnior ou enfiando-se num cinema, aceitava o sacrifício estoicamente.

Naquela tarde, um bando de normalistas do Instituto de Educação (ainda usavam o uniforme tradicional, saia plissada azul-marinho, blusa listrada em vermelho e branco, gravatinha) invadiu a redação e foi direto à mesa do poeta, tema involuntário de um trabalho em grupo.

Apegando-se ao fato de que ele sempre vivera sozinho, uma magrelinha loira faz a primeira pergunta:

- O senhor poderia falar sobre o problema da solidão?

Ele, dirigindo-se ao grupo:

- O maior problema da solidão, minhas filhas, é preservá-la.

1 Comentários:

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger