Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

1

Casamento por cinco anos - por Carlos Drummond de Andrade

em 9 de nov de 2009.

Da idéia de prorrogar os mandatos populares defluiu a idéia de prorrogar o casamento de Bertoldo Seixas, cujo contrato matrimonial estipulava o prazo de cinco anos de vigência.

Não partiu de Bertoldo a iniciativa, mas de sua mulher Eufórbia, que alegou ser muito exíguo o período de cinco anos para se decifrar a verdadeira sociedade conjugal.

Bertoldo respondeu que contrato é contrato, e como tal deve ser cumprido, a menos que haja motivo justo para a rescisão.

Como Eufórbia insistisse em seu ponto de vista, Bertoldo anuiu sem convicção, e prorrogou-se o casamento por prazo indeterminado, isto é, para a eternidade.

Ao fim de seis meses de prorrogação, a mulher sentiu o peso da eternidade e propôs o cancelamento da união. Bertoldo opôs-se, alegando mais uma vez que os contratos merecem ser cumpridos. Discutiram bastante, e acordaram afinal em dissolver o vínculo. Bertoldo e Eufórbia voltaram a casar-se por cinco anos improrrogáveis, mas com outra parceira e outro parceiro, respectivamente. Parece que são razoavelmente felizes.


Comentário: Não há nada como o bom-humor de Carlos Drummond de Andrade. Eu, particularmente, gosto dos seus contos irônicos, são simplesmente fora de série. Mais uma vez, trago contos de Drummond para vocês, para mostrar um lado não tão conhecido do autor. Tenho de confessar que, cada vez mais, gosto do Drummond contista. Este texto foi retirado também do livro Contos Plausíveis, um obra fantástica do autor, com mais de 130 pequenas histórias. Se quiserem saber um pouco mais é sobre o livro é só conferir na minha primeira postagem sobre estes contos de Carlos Drummond de Andrade.

Para quem gosta do autor, também é possível conferi-lo declamando um de suas obras no blog nas postagem Poemas de Carlos Drummond de Andrade.

1 Comentários:

literaturaemcontagotas

Oi, Leo. Drummond constista é muito divertido mesmo. Vale a pena ler o livro 70 Historinhas: são pequenos contos também, recheados desse humor inteligente de Drummond.
Um abraço,
Karina

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger