Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

1

Quando a cidade se encontra em trevas

em 11 de nov de 2009.

Escrevo poemas à luz de velas:
são versos sinceros,
poesias singelas
que se expandem,
soltas como fogo no papel
até que as velas certa hora se desmanchem.

--

E a trilha sonora do apagão é o som distinto dos alarmes dos carros.


Comentário: Fica ai a homenagem à noite de ontem, hehehe.

1 Comentários:

LL

Bem, esse 'apagão' rendeu até poemas! :)

Muito bonita a tua homenagem à escuridão. E a luz das velas é envolvente e convida à poesia.

Abraços
Luísa

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger