Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

27

HELP! A Lenda de um Beatlemaníaco, por Sérgio Pereira Couto (resenha + promoção)

em 17 de mai de 2010.

Trago mais uma resenha e uma promoção aqui no blog. Como queria postá-la hoje e tive de reservar meu tempo para a leitura, não consegui entrevistar o autor, algo que geralmente faço (para compensar, você pode conferir um bate-papo dele com o Jô Soares). Mas pretendo entrevistá-lo se for possível, acho que pode ser uma conversa proveitosa. Falo do romance policial HELP! A Lenda de um Beatlemaníaco, do escritor Sergio Pereira Couto (confira aqui o seu blog), publicado pela Editora Idea (@ideaeditora). O autor, que tem um vasto currículo como editor e repórter, algo que certamente lhe ajudou na pesquisa para esta e outras obras, é muito bem sucedido nacionalmente, tendo vendido mais de 150 mil exemplares de seus mais de 30 livros publicados.

Como dito anterioramente, Help! se trata de um romance policial. A história se passa na cidade de Liverpool e envolve uma série de assassinatos que começam a ocorrer na Beatle Week. As mortes mais envolvidas com o caso principal, porém, só começam a acontecer no decorrer do livro. Primeiro, somos apresentados a um caso envolvendo um atentado a George Harrison e depois passamos a conhecer diversos personagens, começamos a compreender um pouco mais sobre eles e também sobre a relação entre eles. Prefiro não entrar em muitos detalhes para não estragar alguma surpresa a quem for ler a obra. Mas há alguns toques interessantes de mistério neste começo e também uma pitada de sobrenatural - embora não se tenha tanta certeza disso, nem durante a leitura, nem após.

Algo que deixa o livro bem interessante também são as informações a respeito de Liverpool, da mania dos Beatles e das informações sobre a banda (com citações espalhadas ao longo de vários capítulos). Quem é fã, pode gostar. O autor também aproveitou de forma inteligente a mania dos seriados americanos baseados em ciência forense, criando os CSAs, que durante o livro inteiro quebram a cabeça para desvendar a série de assassinatos. Eu, como apreciador dos romances policias, gostei muito da trama. Ela se desenrola bem devagar no começo, dando todas as bases para os momentos mais emocianantes que virão do meio para o final. Você consegue compreender bem os personagens e se envolve com eles, sempre curioso em relação ao que vai acontecer e sempre duvidando de todos os envolvidos no caso. Como um romance policial, que em geral tem seu grande atrativo na história, naquilo que acontece, o livro é realmente muito bom. Quem for fã do gênero certamente irá gostar muito, embora tenha de ignorar alguns probleminhas.

Refiro-me aqui ao fluxo narrativo e alguns erros que permeiam o livro. É normal que erros aconteçam, mas em alguns momentos há um excesso de palavras ou pontuações que faltam ou que sobram, coisas que poderiam ter sido consertadas na revisão (em geral são "erros de digitação" mesmo). No início do livro são mais contantes, do meio para frente eles se tornam mais raros. Como eu disse, são coisas normais, que o leitor envolvido com a trama saberá ignorar.

Já a narrativa do livro é bem simples, o que é até bom, em vista do gênero do qual estamos falando; é fácil se envolver com as histórias e os diálogos. De vez em quando, porém, cheguei a ficar um pouco incomodado com o excesso de repetição de algumas palavras ou expressões. Foram partes em que a narrativa não fluiu muito bem, mas são esparsas. No geral, a leitura, ignorando essas pequenas coisas, acaba se tornando bem agradável, embora não seja uma narrativa de encher os olhos. O que importa é que a complexidade da trama, a qualidade da história, da pesquisa e das informações trazidas pelo autor, prenderão grande parte dos leitores que gostam do gênero, os farão desconsiderar erros e querer saber logo como a história termina.

De um modo geral, como deixei claro no início da resenha, gostei do que li. Gosto muito de romances policiais e posso dizer que A Lenda de um Beatlemaníaco é uma história muito bem elaborada e muito boa de se ler, do início ao fim. É uma obra que aconselho a quem gosta do gênero, com as ressalvas que já coloquei acima. Quem é fã de seriados americanos do estilo, como Bones, CSI e outros (ou dos Beatles, principalmente) ainda sentirá um gostinho especial.
 
Se interessou? Compre o livro aqui.


CONCORRA A DOIS EXEMPLARES DO LIVRO

Como cortesia da Editora Idea (@ideaeditora - sigam no twitter), tenho dois exemplares deste livro para dar aos leitores do blog. É uma excelente oportunidade para quem gosta de um bom romance policial, é uma ótima história. Novamente, farei a promoção com o envolvimento do blog e do twitter. Portanto, para participar, deverão twitter uma mensagem E postar um comentário aqui. Leiam as regras com bastante atenção!

- Um exemplar será sorteado entre as pessoas que postarem a seguinte mensagem no twitter: RT @leoschabbach concorra a dois exemplares do romance policial "Help! A Lenda de um Beatlemaníaco", da @ideaeditora - http://migre.me/FNOX

- O outro exemplar será dado a quem der nos comentários a resposta mais interessante à seguinte pergunta: Qual o grande charme dos romances policiais?

*Lembrando, é preciso fazer as duas coisas, mensagem no twitter e comentário no blog, para concorrer a qualquer um dos livros. Se fizer uma coisa só, a participação será desconsiderada. A promoção será válida até a meia-noite da próxima segunda-feira, dia 24/05.

27 Comentários:

Kell

O maior charme nos romances policiais é a mistura da proteção com a paixão. União exata, que tira o fôlego e solta a imaginação!

Livs

O grande charme é poder acompanhar a investigação, vê-la mudar de rumo, e tentar descobrir o mistério antes dos policiais. (@vanillaprozac)

Angela

o maior charme dos romances policiais é poder vivenciar uma investigação e todos os riscos que isso envolve, sentadinha na poltrona, debaixo do edredon! ( @angelaxyz)

fernanda

O grande charme são os mistérios que para serem descobertos é preciso virar cada página e lê-la calma e saborosamente! (@fe_isabel)

Gerson C.

Penso que o charme do romance policial está em dois aspectos principais: a possibilidade de sentirmos medo, na segurança de nossas poltronas; e a possibilidade de desvendar um crime, coisa que dificilmente faríamos - eu pelo menos não - no mundo não-fictício. (@diabonarua)

Thais

Mistério,com certeza é o grande charme dos romances policiais,sentir-nos sendo espreitados,com doses únicas de romance e suspense,é o melhor gênero que existe e eu só encontro nos romances policiais!

Fernanda Deslandes

No Romance Policial, investigamos o caso de acordo com os detalhes que o autor nos repassa, nos sentindo policiais por alguns instantes. É o charme do amor perigoso, do amor proibido, da curiosidade pelo final da história que mantém o leitor atento do começo ao fim, e o charme da investigação do crime, que eleva o ego do leitor. (@fer_promo)

Núbia Esther

O perigo sempre a espreita, o criminoso que assim como a água escapa por entre os dedos, a tensão permanente que parece tomar conta de nós assim que lemos a primeira página e que só é acalmada no fim e às vezes nem assim, o fato de podermos nos sentir Sherlocks, Hercules, Janes e tentarmos solucionar o crime antes do autor e que furor quando isso acontece. É trágico, é mágico, é envolvente, é instigador! (@NubiaEsther)

............dri!

Ah o charme está todo no mistério e no próprio suspense, eu faço mil tramas possíveis e sempre me surpreendo.

Twitter: http://twitter.com/tykkaa

Parabéns pelo blog Leo, tá muito bom, continue fazendo sucesso ;)

renata penzani

o charme dos romances policiais é a interrogação que paira no ar durante a leitura e que, diferente das interrogações reais, se resolvem no final.

:)

l-mag

O grande charme dos romances policiais é o suspense que envolve todo o livro e prende o leitor, dando a ele mais desejo de continuar a leitura. (@lihmf7)

Naniedias

O charme de um romance policial reside na atmosfera que rodeia a história. As vezes você não sabe quem é o culpado, mas mesmo quando sabe, a atmosfera, que só um bom escritor sabe criar, de suspense é o que deixa um romance policial tão perfeito! (@naniedias)

Marcia

Nossa romance policial tem todo um cenário,pré-visualizado que nos instiga e permeia nossa mente de forma a nos aguçar e nos envolver de firma avaçaladora.

Israel Teles

O grande charme dos romances policiais é sua versatilidade: imagine envolver até a maior banda do mundo numa trama assim!? :)
@israelteles

Katia

O grande charme dos romances políciais é o fato de nos transportarmos para dentro de uma trama cheia de mistério. Você "enxerga" todo o crime e sua investigação pelos olhos do policial/investigador do crime. Não é como um filme, em que na maioria das vezes você descobre o criminoso, a identidade das vítimas e outros detalhes antes do próprio investigador.
A leitura de um romance policial é repleta de muita ansiedade, pois você nunca consegue ultrapassar o conhecimento do investigador (por mais que você tente).
Ao terminar a leitura, dois sentimentos vêm à tona: primeiramente, aquela sensação de "dever cumprido", como se você tivesse resolvido o caso, uma sensação de "dever cumprido". Mas também, ao terminar a leitura, você fica até um pouco "triste", porque ele chegou ao fim e você não vai ter mais a companhia constante do investigador e não vai viver mais aquela aura de suspense em torno da identidade de um criminoso.

Não é à toa, que romances políciais são um dos meus estilos literários favoritos e são "devorados" por mim em instantes.

Mas agora, juntar romance policial + Beatles? Será que uma "devoradora" de romances políciais e Beatlemaníaca vai se interessar? Claro que sim!

É a mesma coisa que perguntar pra "Eleanor Rigby" se ela quer dar um passeio "Across The Universe" no "Yellow Submarine", hehe! A resposta também será sim =)

Perfil no Twitter (@katiasg)

Bianca Briones

O grande charme dos romances policiais é que após lermos as primeiras páginas nos tornamos escravos do livro e só nos libertamos ao desvendarmos os seus segredos.

Adorei a promoção.

Beijo.

Adriana

O grande charme dos romances policiais é que nosprende do principio ao fim o livro, muitas vezes ficamos no lugar do policial, muitas vezes da vitima ou até mesmodo bandido, viajamos de uma maneira especial e envolvente do principio ao fim.

Caio dos Santos

O charme é a grande trama que há neles. Eles lhe interessam desde o início ao fim de uma forma surpreendentemente. Tudo há de se encaixar em seus últimos capítulos.

Ulysses

O charme dos romances policiais está no contato do leitor com crimes e mentes insanas, e todo o processo de investigação. Muitas vezes o investigador é um personagem marcante e inesquecível.

twitter(@ulysses5)

Léia Dornelas

Instigar a mente, provocar a imaginação, superar as expectativas e desnudar a alma humana. Esse é o composto que dá charme aos romances policiais. Twitter @leiadornelas

Estefane

É onde nosssa imaginação entra em contato com várias emoções e sentimentos diferentes no decorrer da histoória. Isso que dá o grande charme dos romances policiais. @Este25

Cristiano Hackl

.

As histórias policiais são recheadas de fetiches: a farda, o distintivo, o mistério, a proteção, a aventura. Algumas formas, algumas sensações é que tornam tantas cenas sofisticadas e, geralmente tão bem descritas, viram sinônimos de charme e elegância. É, sem qualquer exagero, uma referência que nunca se descola da linguagem Noir. Nunca!

@crosshackl

.

Dandra

O grande charme dos romances policiais, é que eles não tem nada de "romances" no verdadeiro sentido do termo, eles são imprevisíveis, são misteriosos, não tem pudor, mas muito sexo e sangue, inteligência, e informações capazes transformar os leitores, em verdadeiros conhecedores dos desvios de caráter, de alguns conceitos médicos, investigatórios, jurídicos, psicológicos, e preparar-nos para um futuro imprevisível, porque nunca se sabe o que pode acontecer amanhã, não é mesmo? ^^

Gisa Santanna

UAL! que maneiro, estou louca pra ler. beatlemaniaco? nao tem nada a ver com 'paul is dead?' tem? rsrsrsrs
bom, comentarios a parte, quero ler!

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger