Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

9

Passado

em 10 de jun de 2010.

Depois de algum tempo sem colocar nada meu por aqui, segue este poema, já que estamos tratando de uma Semana de Poesia. Gostei do resultado, acho que combina bem com o meu estilo; talvez o pessoal que acompanha o blog com mais frequência possa saber disso até melhor do que eu. Tenho reduzido o número de poemas meus postados por aqui por começar a pensar em juntá-los em um livro, para depois tentar publicar. Então não é bom que eu entregue o conteúdo todo antes de uma possível (embora distante) publicação. Enfim, espero que gostem desse!


Passado

O passado é o pior dos sentimentos,
é a sensação da passagem do tempo,
que sempre passa,
inevitavelmente,
e se acaba.

O passado é uma entidade amarga,
um eterno desconstrutor de momentos.

O passado é a não-existência
que persiste,
a não-existência que existe
na memória
e na experiência.

O passado é a presença da ausência,
palpável,
de matéria humana,
sensível ao toque
e sujeita,
eternamente,
à subjetividade objetiva dos recortes.

9 Comentários:

N. Mazotte

Muito legal, leo! Gostei do tema, mas discordo um pouco do primeiro verso. rsrs :) Publica logo esse livro de poemas. Bjão

Márcia Luz

"O passado é a presença da ausência"...
Antítese mais que perfeita
e tão real!

Ameeeei!
Quero ver o livro logo.

Um beijo

Leonardo Schabbach

Eu quero montar um, mas primeiro preciso de um tempo para organizá-las, depois vem o processo de arrumar editora e tal, ainda mais pra poesia, que pode demorar um pouco, hehe. Mas pretendo publicar sim =P

Heribert Bastos

Gostei muito do Poema. A não existência que resiste!

A poesia deve sempre resistir.

Aline Veingartner

Passado sempre me botou uma sensação de impotência, mas tenho lidado melhor com ele ultimamente... Muito bom o poema, parabéns!

Isie Fernandes

Muito bom, Leo!

"e sujeita,
eternamente,
à subjetividade objetiva dos recortes."

Esses recortes que muitas vezes nos maltratam, tanto pelas más como pelas boas lembranças; umas porque são dolorosas, outras porque não podem retornar...

Estou na fila pra comprar esse seu livro de poesias!

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil! -

VejaBlog
Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
http://www.vejablog.com.br

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
seleção de Blogs/Sites do País!!!
- Só Sites e Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

O seu link encontra-se no item: Blog

http://www.vejablog.com.br/blog

- Os links encontram-se rigorosamente
em ordem alfabética -

Pegue nosso selo em:
http://www.vejablog.com.br/selo


Um forte abraço,
Dário Dutra

http://www.vejablog.com.br
....................................................................

Marcos Reis

"O passado é a presença da ausência"...
O comentário da Márcia Luz já diz tudo: "Antítese mais que perfeita".

Muito bom este poema, consegue dar forma e materializar com mestria algo totalmente intangível que é o 'conceito do passado'. Na real, essa é a marca que eu vejo no seu trabalho, objetivar o subjetivo. Basta ler o seu poema "Distância", que como foi comentado àquela ocasião, na minha opinião, pelo menos esta é tradução que se faz em mim ao lê-lo e tentar compreendê-lo, se trata da impermanência tão abordada nas filosofias orientais. Aliás, este poema aqui, o "Passado", também é bem oriental.
Abraços, meu irmão...Ah e graças a este espaço, descobri as letras e palavras das poesias da Márcia Luz, que sem dúvida, é muito digna de ser apreciada, afinal a linha que ela imprime também se trata da construção de belos textos.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger