Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

6

As sete sombras do gato, por Janette Rozsas

em 24 de jul de 2010.

Gosto sempre de descobrir novos e bons autores nacionais. Este foi o caso com o livro As sete sombras do gato, de Janette Rozsas. A autora tem uma boa carreira no meio literário, tendo publicado já diversos livros, e participa ativamente de muitos sites de literatura. Uma coisa bem interessante sobre este livro é que ele foi lançado tanto no formato físico - por um preço muito sedutor - quanto no formato de audio livro (confira aqui o livro físico e aqui o audiolivro). O exemplar que me chegou às mãos de As sete sombras do gato foi enviado pela Idea Editora (@Ideaeditora) sem que eu tivesse, claro, qualquer obrigação em fazer uma resenha. Entretanto, após ler a obra, achei que deveria escrever sobre ela; de fato a história é muito interessante, assim como a habilidade narrativa demonstrada pela autora.

O livro trabalha sempre próximo do sobrenatural, nem sempre deixando claro o que realmente está acontecendo até, naturalmente, o momento propício. A trama começa com um suicídio muito incomum, em que um homem se matara utilizando o arco de um violoncelo (que ele cravara em seu próprio peito). Desde o início, fica o clima de mistério sobre a morte; e a presença de um gato de nome Lúcifer se anuncia. Inclusive, em diversos momentos do livro, há personagens com algumas referências interessantes, como uma mulher chamada Gioconda e Ariadne (o fio de Ariadne, da história do Minotauro).

Para investigar a morte, é chamado o Delegado, que se torna a personagem principal do livro. A partir deste momento, a história acompanha as ações e pensamentos dele. Conforme a obra se desenrola, por alguns instantes, você até chega a se esquecer um pouco do assassinato original, uma vez que o Delegado se envolve em várias histórias, sempre acompanhado pelos gatos, que, de um modo até bem diferente, vão marcando os capítulos do livro e também os momentos mais importantes da trama; os momentos em que há certas mudanças na história, novos mistérios ou revelações.

Enfim, é um livro muito interessante, muito bem escrito, com um bom toque de mistério, além de uma bela utilização de elementos sobrenaturais. Além disso, a habilidade da autora em descrever os pensamentos do Delegado e as suas mudanças de atitude, assim como de outros personagens, também é muito boa e torna a leitura muito interessante. Vale lembrar também que, conforme nos aproximamos do desfecho da trama, a vontade de saber como o livro termina nos faz querer lê-lo rapidamente até o final. Já o início e meio do livro, além de provocarem certa curiosidade a respeito do mistério e dos gatos, é muito rica em qualidade literária, com boas imersões nos pensamentos do Delegado e até mesmo algumas digressões por parte do narrador.

6 Comentários:

Isie Fernandes

Também fiquei curiosa pelo livro tão elogiado, inclusive pelos gatos - talvez uma das minhas maiores paixões.

Paul Law

Seu comentário sobre a obre nos faz mesmo curiosos. Espero, um dia, poder ler este livro. O assunto me agrada muito. Ótima dica, parabéns!

Aline Veingartner

Fiquei muito curiosa também, ainda mais com esse lance de suicídio com arco de violoncelo e tudo. Deve ser fascinante!

Graziela Tessele

Também fiquei curiosa, descobri o livro, pesquisei e cheguei nessa pagina, baixei o arquivo em mp3 pra escutar enquanto faço caminhada.(apesar de preferir 10 vezes o livro nas mãos...a eterna falta de tempo...)

Leonardo Schabbach

Eu te entendo. Falta de tempo é um problemaço mesmo... =/

Mas espero que goste do livro!

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger