Quer meu livro de graça? Assine minha newsletter e venha conversar comigo!

Além disso, a newsletter é para ser algo mais pessoal, nela vocês podem responder e conversar diretamente comigo. E eu ainda pretendo enviar uma série de textos exclusivos por lá, sendo alguns mais pessoais, alguns capítulos antecipados de livros que serão lançados, assim como alguns e-books gratuitos.

Leia Mais

9

Mais pedidos de opinião, blog da Mutuus Editora e informações sobre a antologia

em 16 de ago de 2010.

Hoje publico mais uma postagem com o intuito de pedir alguns conselhos aos leitores do Na Ponta dos Lápis - além, é claro, de falar sobre algumas outras coisas, como deve ter ficado evidente pelo título. Primeiro, às opiniões. Da última vez em que fiz uma postagem como essa, algumas pessoas demonstraram ter vontade de ver textos aqui sobre a produção narrativa ou literária (coisas voltadas para melhorarmos todos a nossa prosa e/ou poética). Eu até gostaria de fazer postagens deste tipo, mas realmente não sei muito por onde começar, sobre que tipo de técnica falar. Gostaria de pedir aos leitores interessados neste tipo de texto que me dissessem mais ou menos por que caminho seguir, sobre o que falar em relação à produção narrativa e etc... (em breve, farei uma resenha sobre um livro que pode ajudar muito a todos neste sentido, conforme me foi pedido anteriormente).

Além disso, aproveito a postagem para falar do blog da Mutuus Editora, que foi aberto faz uma semana ou duas, não lembro bem. Enquanto não colocamos a Loja Virtual no ar (coisa que deve acontecer e uns meses, somente quando os primeiros livros começarem a ser vendidos), colocaremos nossas novidades por lá; livros sendo preparados, possíveis promoções e etc... Também faremos algumas postagens voltadas para os novos autores e com novidades sobre o mercado editorial, então fiquem ligados!

Por último, gostaria de falar sobre a antologia de contos Alétheia, para trazer mais esclarecimentos aos autores, conforme pedido em um comentário. Nos próximos dias, devo enviar os contratos (que foram me passados pelo editor da Multifoco para os autores selecionados). O processo de correção dos textos também já está bem avançado, dez dos vinte três contos selecionados já foram revisados. Quando o processo terminar, iremos enviar os contos para os autores relerem e aprovarem.

Enfim, é isso. E nos próximos dias devo trazer alguns concursos literários legais em que todos poderão participar.

9 Comentários:

Paul Law

Acho que falar de produção literária seria interessante, Leonardo. Trazer aos leitores dados desde a produção do texto em si, até o mercado editorial. Sobre o que fazer e o que não fazer, criação de personagens, ambientes e outras coisas neste contexto.

Parabéns poreste blog sempre interessante.
Abraço

Marcos Reis

Algo que eu acho interessante de ser abordado sobre produção literária, é a forma como se pode construir as(os) personagens.
Há alguma técnica para criar personagens? Como compor a psicologia deles de forma coerente ao plot da narrativa? E quanto à trama? Quais as técnicas que existem na criação da trama: plot, sub-plots? Quais os tipos de narrador usar nas tramas? Como estruturar e esquematizar a introdução, o desenvolvimento e o fecho da estória?
Bom, Leo, sáo dúvidas de iniciantes, mas confesso que quando o assunto é narrativa, nem sei a melhor forma de começar, a não ser intuitivamente (hehe)...
Abraços

redomadecristal.com.br

Puxa, Leo.
Você se supera.
Esse é um dos blogs que mais gosto de visitar como escritora, e não apenas como leitora, porque estou sempre aprendendo.

De imediato não poderia te ajudar porque me senti perdida em como começar, mas não há nada que não possamos pensar, né?

Quanto a Alethéia são ótimas notícias. Obrigada.

Beijo.

Israel Teles (@israelteles)

Ler e aprender sobre produção literária é sempre interessante. Não saberia citar um início, estou mais ou menos como o Marcos Reis, que comentou por aqui também =]

Bruna Maria

Oi Leonardo!
Não sei se seria válido e/ou de seu interesse, mas acho que no blog da Mutuus, além de dicas e afins para os escritores, seria legal poder conhecer os autores da editora, por meio de publicações disponíveis lá, coisas pequenas que digo, contos e minicontos por exemplo. Ou entrevistas. Não sei se daria, porque você faz isso aqui no Na ponta dos lápis também, né? Enfim, fica a sugestão.

Quanto à antologia, uma dúvida: o envio do contrato que você diz é via email ou correio mesmo?

Abç!

Tarcísio Mello

Leo,

Para mim que escrevo (ou pelo menos tento) contos, seria interessante por exemplo saber o que exatamente caracteriza um conto, quais características ele deve ter e quais não deve.

Abraço,

Tarcísio

Leonardo Schabbach

Bruna, a idéia é boa. Muito boa. Aqui no blog, devo me manter separado um pouco da editora, não vou ficar falando de todos os livros que sairem por lá e tudo mais, até porque o blog tem um certo tipo de público e nem todos os livros lançados se adequarão a ele.

Então, a idéia de entrevistas e tudo mais no blog também é muito boa. Conforme os livros forem lançados, devemos colocar sinopses, capas e, se possível, entrevistas então com os autores - talvez não com todos, porque pode ficar cansativo, mas com o maior número possível de autores, especialmente aqueles com espaços online para que as entrevistas direcionem os interessados a esses espaços. Gostei da sugestão.

Isie Fernandes

Olá, Leo.

São tantos aspectos interessantes a se explorar, mas acredito que, inicialmente, pontos importantes a tratar seriam a criação de personagens e os tipos de narração. É claro que a caracterização do conto também é super relevante, um assunto, eu diria, bastante complexo. Ainda tenho dúvidas se um texto ou outro é mesmo um conto. Como excelente contista, é certo que você poderá esclarecer essa extensa e intensa questão, de forma simplificada e prática.
Sobre a antologia, aguardo cheia de curiosidade por receber o contrato e o conto revisado.

Gostei bastante da ideia das entrevistas, mesmo que sejam curtas e objetivas, no blog da Mutuus. Conhecer os autores lançados também encoraja os novos escritores, o exemplo fica para ser seguido.

Grande abraço.

Luiz Teodosio

Nossa, o pessoal já abordou tantos pontos que nem sei mais o que dizer. Mas gostaria de uma explanação de comparação entre uma narração simples e uma narração rica em detalhes, quais os momentos ideais para usá-las em uma história, os tipos de cenas que merecem mais descrições, as cenas que não necessitam de uma passagem minuciosa... e por aí vai.
É que sempre fico me perguntando se não estou descrevendo aspectos irrelevantes no meio de uma cena.

Sobre a antologia, são boas notícias. Ficarei no aguardo do contrato e de olhar meu conto revisado.

A ideia das entrevistas é legal. Gostaria de conhecer os primeiros escritores da editora.

Abraços.

Postar um comentário

Participe você também. Sinta-se convidado a postar as suas opiniões. Com a sua ajuda, o blog se tornará ainda melhor!

 
Copyright© 2010 Na Ponta dos Lápis
Apoio: Literatura Fantástica
Tema original "Solitude" Modificado por Mundo Blogger